Camisinha estourou? Veja exatamente o que fazer!

O preservativo é um dos métodos contraceptivos mais eficazes do mercado, e o único que protege contra as infecções sexualmente transmissíveis. Mas, mesmo quando a gente toma a decisão certa e opta por usá-lo, pode acontecer um acidente e a camisinha estourar.

Antes de entrar em pânico, lembre-se de que existem formas seguras de diminuir os riscos de uma gravidez indesejada e de contrair infecções. Neste post, a Oya Care te conta tudo o que você precisa fazer quando a camisinha estoura, por que isso acontece e quais cuidados tomar nas próximas vezes. Vamos juntas?

Como saber se a camisinha estourou mesmo?

Depois da relação sexual, bateu aquele medo de a camisinha ter estourado e você não ter percebido? Fique tranquila: em geral, quando a camisinha estoura, é bem fácil de perceber, já que o sêmen escapa do material e os rasgos costumam ser bastante grandes.

Ainda assim, você pode fazer um teste: basta amarrar o preservativo usado e verificar se há vazamentos em alguma parte. Se não houver, ele não estourou.

E cuidado: nada de “conferir” se a camisinha não está furada antes da relação, ok? Soprar o preservativo para enchê-lo de ar faz com que a sua eficácia seja prejudicada. Se está na dúvida, é melhor usar uma camisinha nova.

O que fazer se a camisinha estourou?

Se, durante ou depois da relação sexual, você notar que a camisinha estourou, não precisa se preocupar. Existem maneiras de prevenir de uma gravidez indesejada a contaminação com infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), mesmo quando acidentes acontecem. O importante é agir rápido e ter orientações seguras. 

O que fazer para evitar uma gravidez, se a camisinha estourar?

O método mais eficaz de evitar uma gravidez caso a camisinha estoure e você não use nenhum outro método contraceptivo é a pílula do dia seguinte. No entanto, ela deve ser tomada em um período de até 72 horas após a relação desprotegida. Antes de optar por ela, lembre-se que essa é uma medida emergencial e, portanto, não pode se tornar um hábito.

A recomendação médica é que a pílula não seja usada mais de uma vez por mês, mas o ideal mesmo é que o uso seja reduzido ao mínimo possível. Afinal, a pílula do dia seguinte pode causar uma série de efeitos colaterais negativos no nosso organismo, como:

  • Náuseas e vômitos;
  • Vertigem;
  • Dor nas mamas;
  • Irregularidade do ciclo menstrual;
  • Dor de cabeça.

Além disso, o uso excessivo de pílulas do dia seguinte pode acarretar em uma diminuição da sua eficácia. Isso significa que, se você tem o hábito de recorrer a essa alternativa, pode ser que ela não funcione em algum momento. 

Se não houve ejaculação, ainda há risco de gravidez?

Sim. Mesmo quando não há ejaculação, ainda é possível engravidar porque o líquido pré-ejaculatório já contém espermatozoides. Para isso, porém, é necessário transar durante o período fértil e que a relação tenha penetração. 

É por isso que transar sem camisinha nunca é aconselhado para quem não deseja ter filhos no momento, ainda que não haja risco de transmissão de infecções sexualmente transmissíveis. Se você gostaria de ter relações desprotegidas com a sua parceria sem se preocupar, vale a pena conversar com uma ginecologista sobre métodos contraceptivos de longo prazo.

Só não vale esquecer que a camisinha é o único método contraceptivo que também protege contra ISTs, viu? O mais seguro é usá-la em todas as relações.

O que fazer para evitar uma IST, se a camisinha estourar?

A transmissão de infecções sexualmente transmissíveis é um dos maiores riscos quando falamos em sexo desprotegido. Se a camisinha estourou, a melhor forma de garantir que você não foi infectada é procurar ajuda médica em uma Unidade Básica de Saúde.

Além de fazer todos os testes para identificar ISTs, você também tem direito à PEP: Profilaxia Pós-Exposição. Essa combinação de remédios é a responsável por reduzir os riscos de contaminação com HIV, hepatites virais e outras ISTs. 

Mas atenção: o ideal é que esse tratamento seja iniciado o mais rápido possível, até 72 horas após o contato. A PEP é disponibilizada pelo Ministério da Saúde gratuitamente e o tratamento dura 28 dias.

Vale lembrar, ainda, que algumas ISTs podem ser prevenidas com a vacinação adequada. É o caso do HPV, por exemplo, e também de alguns tipos de hepatite. 

Por que a camisinha estoura?

As causas para a camisinha estourar podem ser várias. Confira, abaixo, os mais comuns:

  • Armazenamento inadequado: os preservativos devem ser armazenados em locais frescos e secos. Carteiras, por exemplo, costumam ser péssimos ambientes para esse tipo de material: além de quentes, elas também apertam o produto, fazendo com que o látex fique mais frágil e propenso a rompimentos.
  • Prazo de validade vencido: as camisinhas também têm um prazo de validade máximo, e usar o preservativo quando ele já passou dessa data aumenta os riscos de “acidentes” durante a relação.
  • Embalagem avariada: para garantir a segurança do preservativo, é fundamental que a embalagem não tenha nenhum tipo de problema. Pequenos rasgos ou furos são indicativos de que aquela camisinha não deve ser utilizada.
  • Uso de lubrificantes inadequados: as camisinhas não são compatíveis com todo tipo de lubrificante. Para diminuir as chances de camisinha estourada, use sempre lubrificantes à base de água.
  • Tamanho incorreto: o excesso de ar na camisinha e/ou preservativos muito apertados, sem que haja o bolsão de ar para o sêmen ficar alojado, podem aumentar as chances de que a camisinha estoure durante a relação. Por isso, atenção ao tamanho do preservativo!
  • Perda de ereção: durante a relação, não é incomum que a ereção diminua em algum momento. Quando isso acontecer, é fundamental trocar de preservativo, para evitar acidentes como a camisinha estourada.
  • Uso de mais de uma camisinha ao mesmo tempo: sob nenhuma hipótese o uso de mais de um preservativo é indicado. Embora há quem acredite que isso aumente a eficácia do método, a verdade é que as chances de a camisinha estourar são muito maiores desse jeito.

Como evitar que a camisinha estoure?

Para evitar que o preservativo estoure durante a relação, é necessário tomar alguns cuidados. Além de garantir que a embalagem não tem avarias e que ele está dentro do prazo de validade, também é importante:

  • Armazenar o preservativo em lugar apropriado, isto é, ambientes secos e frescos, onde ela não fica apertada. Por isso: nada de carteiras, bolsas, estojos etc.
  • Não usar os dentes para abrir a embalagem. A prática aumenta as chances de pequenos furos e rasgos no material da camisinha.
  • Não desenrolar o preservativo antes de colocá-lo no pênis. Assim você evita que ele fique largo demais, o que diminui as chances de a camisinha estourar.
  • Deixar um espaço na ponta do preservativo, para que a ejaculação tenha “para onde ir”.

E lembre-se: a camisinha estourada é um acidente que pode acontecer com qualquer pessoa. Se você não quer correr riscos de engravidar, o ideal é combinar o uso com algum outro método contraceptivo que mais se adequa à sua vontade — e, para isso, você pode agendar uma consulta com uma ginecologista.

Se você ainda tem dúvidas sobre o momento certo para começar a usar um desses métodos, confira o nosso conteúdo sobre quando começar a tomar anticoncepcional!

ESCRITO POR

Dra. Natalia Ramos Seixas

REVISADO POR

Dra. Natalia Ramos Seixas

A Dra. Natalia Ramos Seixas é a líder médica da Oya Care, especialista em fertilidade e reprodução humana.

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Quando começar a tomar anticoncepcional? 

Está pensando em começar a tomar a pílula anticoncepcional, mas não sabe se é o momento certo? Quer conhecer outras opções de contraceptivo? Vem que a Oya te ajuda!

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais