Assine a Newsletter para receber conteúdos exclusivos

E se eu quiser priorizar a minha carreira? Veja 3 dicas!

Os dados mais recentes do IBGE apontam que, no Brasil, a maternidade depois dos 30 anos é uma realidade para 37% das pessoas do sexo feminino. Isso prova que o adiamento da maternidade não é só uma impressão: as pessoas estão mesmo deixando para ter filhos mais velhas.

Essa decisão é um reflexo de mudanças estruturais na nossa sociedade, onde pessoas do sexo feminino passarm a ocupar cada vez mais o ambiente profissional. Mas isso não significa que não seja necessário um pouco de cuidado antes de tomar essa decisão.

Para quem quer priorizar a carreira (e qualquer outro sonho) antes de ser mãe, e também para quem ainda não sabe se quer ter (mais) filhos um dia, é fundamental conhecer as formas seguras de fazer isso. Ou seja: como priorizar a carreira e ainda preservar a sua fertilidade? Por isso, a Oya Care separou 3 dicas que te ajudam nesse processo. Confira!

1. Encontre o método contraceptivo perfeito para você

O primeiro passo para quem já sabe que não quer engravidar agora é encontrar o método contraceptivo perfeito. Ou seja: aquele que se adequa ao seu estilo de vida e histórico de saúde, e não vira mais uma preocupação e/ou fonte de frustração no dia a dia. Dessa forma, você diminui as chances de uma gravidez acidental e também fica mais tranquila para focar em outros sonhos.

Os métodos contraceptivos podem variar muito, inclusive em tempo de duração. Por exemplo: alguns tipos de DIU podem durar entre 5 e 10 anos, enquanto o Implanon dura apenas 3. A pílula anticoncepcional, por outro lado, pode ser interrompida a qualquer momento. Por isso, é importante considerar esse fator antes de escolher o seu método ideal.

E como nós sabemos que essa não é uma tarefa simples, montamos uma tabela que relaciona os principais tipos de métodos contraceptivos e os perfis que podem se adequar melhor a eles. Mas lembre-se: quando se trata do nosso corpo, não existem respostas prontas, e conversar com uma ginecologista antes de bater o martelo é a melhor opção!

Tipo de método contraceptivo
Para quem este método contraceptivo é mais indicado?
Exemplos de contraceptivos
Métodos contraceptivos hormonais• Para quem quer parar de menstruar;
• Para quem prefere um ciclo menstrual previsível;
• Para quem precisa de maior equilíbrio hormonal;
• Para quem tem ciclos muuuito irregulares, sofre com cólicas e têm fluxo menstrual intenso.
DIU Mirena ou Kyleena;
• Pílula anticoncepcional;
Adesivo anticoncepcional;
• Implanon;
Injeção anticoncepcional.
Métodos contraceptivos de barreira• Para quem prefere não lidar com hormônios;
• Para quem tem ciclos menstruais mais regulares e curtos;
• Para quem não costuma sentir muitas cólicas, nem tem fluxo menstrual intenso.
DIU de cobre;
• Diafragma;
DIU de prata;
• Camisinha.
Métodos contraceptivos naturais• Para quem já sabe identificar os sinais do próprio corpo;
• Para quem quer evitar hormônios.
• Tabelinha;
• Coito interrompido.

Vale lembrar que os métodos contraceptivos naturais demandam um conhecimento mais aprofundado do nosso ciclo menstrual e do nosso período fértil. Sem eles, o risco de uma gravidez indesejada é maior.

Além disso, todos os tipos de métodos contraceptivos têm maior eficácia quando combinados com a camisinha, a única capaz de evitar infecções sexualmente transmissíveis. 

2. Tenha acompanhamento psicológico

Para algumas pessoas, tomar uma decisão tão importante quanto a de adiar a maternidade pode gerar algumas inseguranças. Por isso, é fundamental ter acompanhamento psicológico sempre que possível, já que esse apoio nos ajuda a administrar as pressões externas, a ansiedade e o medo de não conseguir engravidar lá na frente.

Além disso, apesar de o mundo estar mudando, ainda é esperado que pessoas do sexo feminino tenham filhos depois de uma certa idade. A opção de focar em outros sonhos implica, portanto, frustrar a expectativa dos outros acerca do modo como escolhemos levar a nossa vida — o que pode até não ter nada a ver com a gente, mas também pode afetar a nossa saúde mental.

Por fim, não podemos deixar de lado o fato de que a relação entre mente e corpo é muito importante. O estresse e a piora da saúde mental afetam diretamente a nossa fertilidade, já que mexem com os nossos hormônios — os efeitos negativos na nossa melatonina, o hormônio do sono, é um exemplo desse impacto. 

Ou seja: cuidar da nossa cabeça também é uma forma de garantir que a nossa decisão de não engravidar agora não vai deixar ninguém (literalmente) sem dormir de preocupação. 

3. Considere congelar óvulos

Para quem não sabe se quer filhos, ou já sabe que só quer engravidar no futuro, o congelamento de óvulos é a maneira mais segura de preservar a fertilidade e aumentar as chances de engravidar lá na frente, quando a nossa reserva ovariana já não é mais a mesma (ou seja, principalmente depois dos 35 anos). 

Nesse sentido, ele funciona como uma medida preventiva, que permite mais autonomia na hora de decidir quando vamos engravidar. Além de não afetar a nossa saúde no presente (isto é, continuamos menstruando normalmente e ainda podemos engravidar de forma natural), o congelamento de óvulos possibilita ter óvulos saudáveis mesmo que o nosso corpo já não possa mais produzi-los.

Outro benefício do congelamento de óvulos para quem quer priorizar outros sonhos é poder mitigar os efeitos negativos da infertilidade feminina, um diagnóstico que pode aparecer principalmente para quem quer engravidar aos 40 — ou depois.

Para entender melhor como esse processo funciona, você pode baixar gratuitamente o e-book da Oya sobre congelamento de óvulos. Lá, tiramos todas as principais dúvidas sobre o antes, o durante e o depois do congelamento.

Se você ficou curiosa sobre as suas opções para priorizar a carreira e adiar a maternidade, pode aproveitar para ler mais sobre o assunto. Que tal começar descobrindo até quando vale a pena congelar seus óvulos? Vamos juntas?

ESCRITO POR

Dra. Natalia Ramos Seixas

REVISADO POR

Dra. Natalia Ramos Seixas

A Dra. Natalia Ramos Seixas é a líder médica da Oya Care, especialista em fertilidade e reprodução humana.

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais