Assine a Newsletter para receber conteúdos exclusivos

Posso engravidar mesmo menstruada? Como evitar?

Toda pessoa que menstrua conhece pelo menos uma história de uma prima com uma amiga que tem uma vizinha que engravidou enquanto estava menstruada. Esse terror (distante, mas também tão próximo!) assombra todo mundo que não está planejando engravidar por agora, e deixa no ar uma dúvida que parece nunca ter resposta: afinal, dá pra engravidar mesmo menstruando?

Neste post, a Oya te explica de uma vez por todas que história é essa de engravidar menstruada. E a gente já adianta: existe sempre uma explicação plausível quando isso acontece.

Estou menstruada e transei sem camisinha. Posso engravidar?

Essa é a pergunta de um milhão de reais. Afinal, a menstruação costuma ser considerada uma espécie de “passe livre”: um período em que as preocupações com uma gravidez indesejada diminuem. Isso porque, com o nosso útero descamando, não há a possibilidade de um óvulo fecundado se fixar por ali, certo? CERTO?

Pronto, pode se acalmar: você está certa. A fase da menstruação, que inicia um novo ciclo menstrual, em geral não permite que uma gravidez aconteça. É fundamental ter em mente que, não importa o que digam as tias, amigas, primas e vizinhas, não existe gravidez fora do período fértil, momento em que acontece a ovulação.

Para tornar essa diferença mais fácil de entender, é só identificar os sintomas: a menstruação acontece bem no começo do ciclo menstrual, quando o nosso útero descama, e é marcada pelo sangramento (que, em um ciclo normal, dura até 7 dias). 

Já a ovulação acontece no meio do ciclo menstrual (por exemplo: em um ciclo de 28 dias, ela rola ali pelo dia 14), e é o momento em que a gente se sente mais bonita e disposta, uma cortesia do aumento de hormônio luteinizante (LH). Esse é o único momento em que uma gravidez é possível. No entanto, a divisão entre um período e outro nem sempre é clara para algumas pessoas e seu ciclo pode sair dos trilhos por uma série de motivos. É aí que a confusão começa.

Conheço alguém que engravidou menstruada. Como isso aconteceu?

Se você teve relações desprotegidas durante o seu período menstrual (ou em qualquer outra fase do ciclo menstrual) e engravidou, ou conhece alguém com quem isso aconteceu, existem dois cenários possíveis:

  • Você tem um ciclo menstrual muuuito curto, com menos de 24 dias, de modo que o fim da sua menstruação e o período de ovulação podem, em alguns ciclos, coincidir. Uma forma de identificar esse ciclo mais curto é perceber se você costuma menstruar duas vezes no mês.
  • A sua ovulação atrasou/adiantou, seja por algum desequilíbrio hormonal, seja por alguma mudança no seu ciclo naquele mês em específico.

Seja como for, em ambos os cenários, engravidar menstruada é uma exceção. Por isso, o seu caso deve ser avaliado individualmente, e não tomado como regra. Ciclos de menos de 24 dias, por exemplo, não são considerados saudáveis e as causas por trás dele devem ser investigadas. Para a grande maioria das pessoas com útero, engravidar não é um processo simples e não acontece em qualquer momento do mês.

Vale lembrar, ainda, que os espermatozoides podem sobreviver por até cinco dias no nosso canal vaginal. Assim, se você tem o ciclo curto, transou sem camisinha e engravidou logo depois, pode ser por conta desse período de sobrevida. 

O que é ovulação atrasada/adiantada?

Se você já ouviu falar da menstruação atrasada, a gente tem uma notícia pra te dar: é a ovulação, e não a menstruação, que atrasa. Se o sangramento demora um pouquinho mais a vir, em geral isso é um indicativo de que a fase anterior também apresentou problemas.

Esse atraso, quando acontece uma vez ou outra, é considerado normal e pode ser causado por uma série de fatores, como:

  • Períodos de estresse ou muito cansaço;
  • Doenças ginecológicas que causam desregulação hormonal, como a síndrome do ovário policístico;
  • Troca de métodos contraceptivos;
  • Variações extremas de peso em um curto período de tempo;
  • Uso de medicações específicas.

Se isso acontece e você teve uma relação desprotegida, a gravidez é possível. Nesse caso, a melhor forma de se prevenir para além dos métodos contraceptivos tradicionais é conhecer bem o próprio ciclo, para identificar a fase ovulatória mesmo quando ela vem fora de ordem (principalmente nesses casos!).

Se a sua menstruação sempre atrasa ou é totalmente imprevisível, é fundamental conversar com uma ginecologista e garantir que está tudo bem. Para isso, você pode contar com uma consulta online com ginecologista e tirar todas as suas dúvidas sem sair de casa.

Lembre-se: nem todo sangramento é menstruação

A gente tem o hábito de achar que todo sangramento vaginal é sinônimo de menstruação, mas a verdade é que ele pode acontecer por uma série de motivos e em diferentes momentos do ciclo. Principalmente para quem lida com um ciclo menstrual irregular, é fácil confundir as duas coisas.

Se você ou alguém que você conhece engravidou enquanto estava menstruada, pode ser que aquele sangramento nem fosse menstruação mesmo. Outras opções comuns são:

  • O sangramento de escape, que costuma ser mais grosso e mais escuro, além de vir em menos quantidade;
  • O sangramento da nidação, que é mais rosado e fininho, e pode acontecer quando há a implantação do óvulo fecundado na parede do útero.

Como evitar uma gravidez, mesmo menstruada?

Se você quer garantir que não vai passar por uma gravidez sem se planejar, a melhor opção é usar a camisinha em todas as relações sexuais, mesmo se você faz uso de outros métodos contraceptivos. Além de prevenir uma infecção sexualmente transmissível (coisa que nenhum outro anticoncepcional faz!), ela também impede a gravidez e protege os envolvidos de uma infecção que pode ser facilitada pela menstruação.

Também é importante conhecer bem o seu ciclo menstrual e entender como o seu corpo funciona. Isso faz com que você reconheça os sinais que ele manda todos os meses e saiba quando algo está fora dos seus padrões. Além disso, conhecer o seu ciclo é uma maneira de tomar decisões com mais segurança.

Por fim, não deixe de conversar com a sua ginecologista sobre um método contraceptivo seguro e adequado para o seu estilo de vida. Algumas opções são:

Agora que você já sabe que até dá pra engravidar menstruada, mas é muuuuito improvável que isso aconteça, por que não aproveita para entender melhor o que é e como calcular o período fértil? Desse jeito, você garante que vai entender direitinho como funciona o seu ciclo menstrual e pode evitar uma gravidez indesejada. Vamos juntas?

ESCRITO POR

Dra. Natalia Ramos Seixas

REVISADO POR

Dra. Natalia Ramos Seixas

A Dra. Natalia Ramos Seixas é a líder médica da Oya Care, especialista em fertilidade e reprodução humana.

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais