Como tratar infecção urinária? Sintomas, remédios e dicas seguras!

Você sabia que a infecção do trato urinário (ITU) é a infecção bacteriana mais comum nos seres humanos? A estimativa é que até 80% das pessoas com vulva desenvolvam essa doença pelo menos uma vez na vida. Mas, apesar de ser bastante comum, ela ainda é um problema bem chato e que gera um monte de incômodos. Sendo assim, como tratar a infecção urinária?

Para entender como fazer esse tratamento, é preciso reconhecer os sintomas da ITU e saber como ela acontece. Assim, não só você garante que vai tomar as medidas certas pra lidar com a infecção urinária, mas também vai evitar novas infecções no futuro. Vem que a Oya te conta tudo o que você precisa saber!

Quais são os sintomas da infecção urinária?

A infecção urinária é uma doença que, em geral, acontece pela chamada “via ascendente”. Ou seja, a bactéria que causa a infecção é levada até a uretra (aquele tubinho por onde sai o xixi). 

Por ser muito curta, (com cerca de apenas 2 centímetros), a uretra feminina facilita a passagem de bactérias que sobem por ali (vem daí o termo “ascendente”) e conseguem  infectar uma ou mais estruturas do trato urinário.

Isso gera um processo inflamatório que causa uma série de sintomas bem chatos. Os principais deles são:

  • Dor ao urinar, em geral associada a uma sensação de ardência;
  • Ir mais vezes ao banheiro (inclusive à noite);
  • Sensação de urgência para fazer xixi;
  • Urina de coloração escura, turva e com cheiro mais forte;
  • Sangue na urina — mas cuidado pra não confundir com o sangue menstrual.

Em casos mais avançados da infecção urinária, as bactérias podem atingir inclusive os rins. Nessas situações mais graves, é preciso buscar ajuda profissional com urgência, porque a ausência de tratamento pode levar à morte. Os sintomas são:

  • Dor lombar ou na direção da lombar, mas aos lados (nos chamados “flancos”);
  • Febre de mais de 38 graus;
  • Náuseas e vômitos;
  • Taquicardia;
  • Queda do estado geral (confusão mental, fala confusa ou ausência, diminuição da mobilidade, rosto abatido).

Quais fatores facilitam a infecção urinária?

Por ser causada por bactérias, a infecção urinária pode ser facilitada por alguns fatores de saúde ou comportamentais. Nem sempre vai ser possível lidar com eles, mas conhecê-los faz com que você saiba que está mais propensa a ter essa doença e possa tomar cuidados extras para se proteger. Olha só:

  • Diabetes;
  • Gravidez;
  • Uso de sonda vesical (aquela que vai, pela uretra, até a bexiga);
  • Múltiplos parceiros, parceiros novos ou relações sexuais com muita frequência (a chamada cistite de lua de mel);
  • Pós-menopausa;
  • Histórico pessoal ou familiar de infecções urinárias (aumenta em até 25% as chances de ter de novo em 6 meses!);
  • Defecação, higiene local inadequada e constipação intestinal.

Esses fatores não são definitivos, ou seja, não garantem que você vai ter uma infecção urinária. Ainda assim, vale a pena redobrar a atenção, principalmente nos casos em que ela pode ser prevenida.

Como evitar a infecção urinária?

A prevenção da infecção urinária pode ser feita através de medidas comportamentais e de higiene. Atenção: vale lembrar que elas não são um tratamento para a infecção urinária, tá? Quando a infecção já estiver instalada, você precisa buscar ajuda profissional!

Para evitar a infecção urinária ou, pelo menos, diminuir as suas chances de lidar com ela, você pode:

  • Se limpar da frente para trás quando vai ao banheiro;
  • Fazer xixi após a relação sexual;
  • Tomar um banho após a relação sexual;
  • Beber bastante água — pelo menos 2 litros por dia!
  • Trocar o espermicida ou o diafragma por outro método contraceptivo de barreira;
  • Evitar roupas íntimas muito apertadas;
  • Evitar a ducha vaginal;
  • Trocar a camisinha e higienizar brinquedos sexuais, mãos e pênis antes de alternar entre penetração anal e vaginal.

Em alguns casos (como em pessoas que têm infecção urinária recorrente), e apenas com orientação médica, também pode ser recomendado o uso profilático de antibióticos. Mas atenção: nada de tomar essas substâncias por conta própria, ok?

Como tratar a infecção urinária?

O tratamento da infecção urinária pode se dar a partir de diferentes medicamentos. No entanto, é sempre fundamental que ele seja acompanhado e prescrito por um profissional de saúde, para evitar complicações e garantir que o tratamento vai ser concluído direitinho.

Vale lembrar que, como toda infecção bacteriana, a infecção urinária pode se tornar mais resistente aos tratamentos quando acontece de forma recorrente, ou quando o tratamento não é finalizado. Por isso, tome todas as precauções e siga corretamente as orientações da sua médica, tá?

Tratar a infecção urinária com remédios caseiros

Não existem evidências científicas conclusivas de que remédios caseiros, como o cranberry — seja suco, cápsula, pó solúvel ou xarope — tenham eficácia para tratar infecção urinária.

Probióticos (vaginais e orais), ácido hialurônico intravesical, D-manose, metenamina e ervas medicinais também não têm evidências relevantes nesse tipo de tratamento. Ou seja: não há garantia de que optar por essas vias vai realmente te ajudar a resolver o problema.

Na Oya, nós acreditamos que o conhecimento científico é um fator muito importante na tomada de decisão, principalmente quando o assunto é saúde. Por isso, recomendamos evitar os remédios caseiros e buscar um especialista.

Tratar a infecção urinária com o auxílio médico

Quando falamos em tratar a infecção urinária, o ideal é buscar assistência de um profissional da ginecologia assim que começarem os sintomas. Desse modo, você garante o diagnóstico correto e tem acesso ao tratamento necessário, evitando que a infecção evolua para um quadro mais grave.

As medidas de tratamento medicamentoso para a infecção urinária podem incluir:

  • Imunoterapia, para estimular a produção de anticorpos contra a bactéria que costuma causar a infecção urinária;
  • Uso de estrogênio vaginal, no caso de mulheres na pós-menopausa.

A escolha por qualquer um desses métodos vai depender do seu caso e do seu histórico de saúde, então nada de sair se medicando sozinha, hein? 

Tratar a infecção urinária na gravidez

Como a gente comentou, a gravidez é um fator que aumenta as chances de infecção urinária. Isso acontece graças às várias alterações fisiológicas sofridas pelo corpo, que acabam favorecendo a colonização de bactérias no trato urinário. 

Para tratar a infecção urinária na gravidez, é mais do que necessário ter acompanhamento médico. Afinal, a automedicação ou a ausência de tratamento eficaz podem colocar em risco não apenas a saúde da mãe, mas também do feto. 

Nesses casos, o tratamento também é medicamentoso. Mas a orientação de um/a ginecologista vai garantir que você possa usar medicações seguras e tratar a infecção antes que ela se torne mais grave.

Como a Oya me ajuda a tratar a infecção urinária?

Se você está apresentando sintomas de infecção urinária e quer um atendimento rápido, humanizado e sem julgamentos, a Oya é a melhor opção. Com a nossa consulta online com ginecologista, você consegue explicar o que está acontecendo sem precisar sair de casa.

O SOS Ginecologia da Oya foi pensado justamente para esses perrengues que surgem de repente e que geram um desconforto maior, o que demanda um atendimento mais eficiente. Sem fila de espera, sem demorar semanas pra conseguir uma vaga e, mais importante: sem atrasos.

Você agenda a consulta no nosso portal e bate um papo com uma das médicas da nossa equipe. Todas elas são especialistas em ginecologia e preparadas pra te atender da maneira mais acolhedora e clara possível. Depois, recebe um relatório personalizado da sua consulta, com todas as orientações. E mais: se você precisar fazer algum exame, a gente também te dá o caminho — tudo de forma 100% digital. Vamos juntas?

ESCRITO POR

COM APOIO CIENTÍFICO DE

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Desvendando os B.Os da Vulva

Toda pessoa do sexo feminino já passou por alguns BOs da vulva, mas ainda sente vergonha de falar sobre o assunto.

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais