Quanto custa congelar os óvulos em 2024? Veja valores!

O congelamento de óvulos costumava ser uma opção exclusiva das ricas e famosas que queriam engravidar no futuro ou preservar a sua fertilidade. Hoje em dia, porém, não é mais assim. Com a idade média da maternidade cada vez mais avançada, o procedimento se tornou mais acessível (e mais buscado!) para todo mundo que deseja passar por ele.

Mais barato do que um carro de entrada, um apartamento e uma viagem para o exterior, o sonho do congelamento de óvulos pode estar mais perto do que você imagina. Não acredita? Então vem com a Oya entender quanto custa o congelamento de óvulos, se você precisa fazer e por onde começar. 

Quanto custa o congelamento de óvulos?

Por mais que a gente queira, não é fácil bater o martelo em um preço para o congelamento de óvulos. Afinal, são vários os fatores que podem influenciar nesse valor, como a localização da clínica (já que, em algumas regiões, o custo de vida é mais elevado), infraestrutura, honorários médicos, etc.

Além disso, esse tipo de informação não costuma ser divulgada pelas clínicas de congelamento. E isso acontece porque os custos de cada serviço variam caso a caso, tanto a partir da avaliação prévia dos pacientes, quanto a partir do que está incluso no processo de congelamento. 

Na contramão dessa postura, a Oya acredita que informação e autonomia andam juntas. Por isso, somos transparentes com o preço do nosso congelamento de óvulos: R$23.500,00, com condições especiais de pagamento. Acreditamos na importância de cada pessoa saber logo de cara quanto irá investir e também entender quais os custos estão embutidos nesse valor.

No caso da Oya, para um ciclo de congelamento de óvulos, está incluso no preço final:

  • Orientações e suporte em consultas presenciais durante toda a sua jornada de congelamento, ao lado de uma equipe liderada por uma médica especialista em fertilidade;
  • Escolha do protocolo de indução da ovulação e adequação da dosagem dos medicamentos, com auxílio da equipe médica da Oya Care;
  • Todos os medicamentos para a etapa de indução da ovulação;
  • Avaliação periódica do crescimento dos folículos por ultrassom transvaginal;
  • Punção ovariana completa, com custos de centro cirúrgico, anestesia e coleta de óvulos;
  • Seis meses de manutenção dos óvulos congelados.

Ou seja: você não tem nenhum custo extra, e passa por todo o procedimento com segurança, apoio e acolhimento. E mais: se quiser fazer a sua fertilização in vitro com a Oya no futuro, também tem desconto nesse processo.

Como me organizar financeiramente para congelar os óvulos?

A gente sabe que as pessoas, no geral, não aprendem a cuidar da própria saúde de maneira preventiva da mesma forma que aprendem a sonhar com outras conquistas. A própria maternidade, que ainda é vista por muitos como uma fase natural e obrigatória na vida de todas as mulheres, é uma questão que parece vir envolvida de um certo “pensamento mágico”.

No entanto, já passou da hora de mudar essa realidade e encarar o congelamento de óvulos como o que ele também pode ser: um sonho de longo prazo e também um objetivo prático, para que você tenha mais autonomia e tranquilidade.

Por isso, de posse desses valores, incentivamos que você construa um planejamento financeiro bem estruturado, levando em consideração o preço do congelamento de óvulos, as formas de pagamento disponíveis e a sua renda mensal. Dessa forma, você não precisa se endividar para realizar esse desejo.

Mesmo que pareça, não são só as famosas que fazem congelamento de óvulos. Esse procedimento também pode ser acessível pra você, desde que pensado como todos os outros grandes sonhos: com tempo e com organização.

Posso congelar os óvulos pelo SUS?

Mulheres e pessoas com ovários em tratamento contra alguns tipos de câncer podem fazer o congelamento de óvulos pelo SUS. Nos demais casos – como nos daquelas que desejam congelar por questões pessoais e de autonomia – é bem difícil conseguir fazer o procedimento gratuitamente.

Isso porque poucos hospitais públicos do Brasil oferecem congelamento de óvulos e estes geralmente têm longas filas de pessoas buscando congelar sem custo algum. Nada impede que você tente, mas além da grande demanda, a prioridade é para pacientes em tratamento oncológico (que muitas vezes têm queda de fertilidade ou desenvolvem infertilidade).

Posso congelar os óvulos com o plano de saúde?

‍Depende. Nos casos em que o congelamento de óvulos é parte do tratamento para alguma condição de saúde, a justiça já decidiu que o plano de saúde deve, sim, cobrir os gastos. 

Infelizmente, para mulheres e pessoas com ovários que adotam o congelamento de óvulos sem relação com tratamentos médicos, os convênios ainda não costumam cobrir o valor do procedimento.

Como saber se é hora de congelar meus óvulos?

Sua fertilidade é finita, mas não há uma calculadora que diga “todas as pessoas do sexo feminino precisam passar pelo congelamento de óvulos até X anos”. Não existe data-limite generalizada e tudo depende da sua reserva ovariana, que é individual e tem a ver com genética, estilo de vida e histórico médico.

Mas, em geral, a diminuição da reserva ovariana acontece mais ou menos a partir dos 35 anos. Olha só:

Ilustração com as fases da fertilidade feminina.

Por isso mesmo, para saber se você precisa congelar os óvulos, é preciso avaliar o seu caso individualmente, bem como os seus desejos. Além disso, também é preciso ter em mente que o congelamento não é uma opção viável para sempre: em alguns cenários, é necessário investigar até quando vale a pena congelar os óvulos.

Decidi congelar meus óvulos. E agora?

Se você já sabe que quer mesmo congelar os óvulos, o primeiro passo é encontrar uma clínica na qual confia e que vai te oferecer todo o suporte necessário para passar pelo procedimento. Se você é de São Paulo (SP), pode conhecer a clínica da Oya.

Aqui, você passa por uma consulta com a nossa médica especialista em fertilidade para tirar todas as suas dúvidas e explicar melhor o seu momento. A gente investiga, juntas, a sua saúde reprodutiva, a partir do exame AMH e de uma análise completa do seu histórico médico e de vida

Depois de realizar todos os exames necessários e construirmos um planejamento, começa a etapa de estimulação ovariana. Ao lado da nossa equipe de cuidados, você se prepara para o momento final: a coleta dos óvulos e o congelamento.

Quer saber mais? Você pode baixar o e-book Tudo o que você sempre quis saber sobre congelamento de óvulos, feito em parceria com a nossa equipe médica. Outra opção é agendar uma consulta para tirar suas dúvidas. 

Você também pode conferir a experiência de quem já passou por isso com a Oya Care: a designer Larissa Cruz, de 34 anos, deixou um depoimento sobre o congelamento de óvulos que fez com a gente em 2023.

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais