Assine a Newsletter para receber conteúdos exclusivos

6 livros para o Mês da Mulher

Eu sou uma leitora ávida. Sempre fui, na verdade: lembro que, quando era criança, minha mãe me levava ao shopping e meu pit stop favorito dentre todas as lojas era sempre a livraria (seguido de perto pelo quiosque de sorvete do McDonalds, em que eu pedia – e quase imediatamente derrubava na roupa – a casquinha de chocolate).

Lembro de ficar horas sentadinha na seção infantil da livraria com meia dúzia de livrinhos no colo, absolutamente imersa naquelas figuras, palavras e universos.

Minha paixão pela leitura segue firme até hoje, e eu amo tudo que ela envolve: a sensação gostosa de comprar um livro novo, o prazer de encontrar uma capa diferenciada ou uma edição especial. E da mesma forma como gosto de ler, também adoro falar sobre leituras, recomendar meus títulos favoritos e indicar meus autores amados. 

Para homenagear o Mês da Mulher, preparei algumas recomendações para vocês: são títulos de diferentes gêneros, para agradar o máximo de leitoras oyanas, mas todos são escritos por mulheres. 

Prepare um lugar bem confortável e boa leitura!

Aurora: O Despertar da Mulher Exausta, por Marcela Ceribelli.

Eu quase engoli capítulos inteiros deste livro, que é um compilado dos melhores episódios do podcast Bom Dia Obvious, combinado com citações incríveis de outros autores e profissionais de variados ramos. Dentre os temas abordados temos: feminismo e sexismo, medo e coragem, síndrome do impostor, relacionamentos; além de  muitas outras pautas importantíssimas para nosso desenvolvimento como mulheres independentes e donas do próprio caminho.

Um Lugar bem Longe Daqui, por Delia Owens

Este romance está no meu TOP 4 de livros favoritos da vida (sim, tenho 4 preferidos, não consigo eleger um só) e já foi inclusive adaptado para filme, disponível hoje na HBO Max. Apesar de ser uma ficção, há quem diga que a trama foi inspirada na vida pessoal da autora. O livro é muito emocionante e aborda pontos como preconceito, racismo, abuso e violência – temas bem delicados e que encheram meus olhos de lágrimas em diversos momentos. Ainda assim, asseguro que o final da história me foi bastante reconfortante. 

A Pediatra, por Andrea Del Fuego

Uma trama ácida de ficção sobre uma médica pediatra que odeia crianças. Com diálogos irônicos, situações controversas e uma personagem principal que é uma anti-heroína quando se diz respeito às normas convencionais da sociedade. Rapidíssimo de ler, algumas das passagens sarcásticas me fizeram rir alto.   

A Natureza da Mordida, por Carla Madeira

O mais recente título da autora que fez sucesso com Tudo é rio é dotado de uma história emocionante, impossível de não mexer com os sentimentos do leitor. Fala-se de luto, de amor, de orgulho e de (in)felicidade, sentimentos esses que são narrados em primeira pessoa por 3 mulheres, cujas vidas – apesar de totalmente diferentes – de repente se entrelaçam. 

Cidade das Garotas, por Elizabeth Gilbert

A autora, bastante conhecida por seu autobiográfico Comer, Rezar, Amar, voltou a escrever ficção com essa história que se passa nos Estados Unidos na década de 1940, e traz conceitos que permeiam nossa sociedade e nossas relações até hoje, tais como machismo, competição feminina, sexualidade e liberdade. E por trás de tudo isso, está uma história de amor verdadeiro. 

Quadrilogia O Colecionador, por Dot Hutchison

Para fechar minha lista, dei uma leve roubada nessa última indicação pois não é um título só – e sim, quatro. Porém, acho que a autora merece uma menção honrosa, já que seus thrillers policiais com alto índice de suspense psicológico me deixaram na ponta da cadeira do início ao fim das tramas, que acompanham casos de serial killers, suas vítimas, e os policiais que os investigam.


Espero que goste das sugestões, vou adorar saber qual foi o seu preferido! E, se você ainda não tem um hábito de leitura regular mas quer inseri-lo em sua rotina, basta começar. Não é necessário uma prateleira cheia de livros, basta um bom livro na mão, que te gere interesse e te envolva. 

Tente entender o estilo e o gênero de livro que mais lhe agrada, pra diminuir as chances de desistência no meio do caminho, e mergulhe nesse mundo incrível da leitura!

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Como lidar com a pressão para ter filhos

Dra. Natalia Ramos, especialista em fertilidade feminina, compartilha sua história e fala sobre a pressão para ter filhos, carreira e o momento certo de ser mãe.

mulher no bloco cirúrgico realizando cirurgia

Ser uma mulher cirurgiã é…

Conheça a Dra. Juliana Sperandio e sua jornada como mulher cirurgiã na Oya Care especializada em cirurgias minimamente invasivas.

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais