Como recuperar o tesão perdido? Confira 6 dicas!

F.O.D.A: eis o nome da nova síndrome do momento, uma sigla que pode ser traduzida como “medo de voltar a se relacionar” ou “fear of dating again”. Estamos todas pensando em como recuperar o tesão perdido, seja depois de um momento particularmente difícil, seja dentro de um relacionamento que amornou.

Mas você sabia que o tesão também precisa ser nutrido no cotidiano? Se deixarmos aquilo que nos move de lado, a libido se atrofia, assim como um músculo que fica muito tempo sem se movimentar. 

A boa notícia é que o treino para recuperá-la é muito mais gostoso do que qualquer crossfit, e pode ser incluído com tranquilidade no nosso dia a dia, sempre com muito acolhimento e respeito à nossa história, ao nosso tempo, ao nosso corpo e a tudo que vivemos. Vem com a Oya descobrir como!

1. Não se cobre

Em vez de esperar orgasmos múltiplos logo de cara, vá no seu tempo e celebre as pequenas vitórias. Às vezes, um simples beijo demorado que causa aquele arrepio na nuca é tudo que a gente precisa.

Especialmente para quem desenvolveu problemas ou teve pioras na saúde mental, é importante entender que criar muitas expectativas pode te prejudicar em um momento que deveria ser prazeroso.

‍Nesse sentido, a melhor dica que podemos te dar é: seja gentil! Tanto com a pessoa com quem você se relaciona, quanto com você mesma. Problemas com autoimagem, traumas, estresse e até expectativas irreais sobre sua “performance” na cama podem ser superados com ajuda psicológica, paciência e algumas mudanças no seu estilo de vida.‍

2. Quebre a rotina

Vale a pena lembrar: o tesão precisa ser construído no dia a dia. E é possível fazer isso através de algumas novidades na rotina, como uma lingerie nova, óleos essenciais ou de massagem, brinquedinhos diversos ou simplesmente uma noite reservada na agenda para transformar um dia qualquer em algo especial.

Essas mudanças fazem com que a gente se sinta mais disposta a tentar coisas novas, e, com os estímulos certos, fica até mais fácil ter um orgasmo

3. Se toque

‍Mudamos muito nos últimos anos e a nossa sexualidade acompanhou essas transformações. Por isso, recuperar o tesão perdido é também um exercício de autoconhecimento.

‍Se dê tempo para (re)descobrir o que você gosta, explorar diferentes possibilidades e cantinhos desconhecidos do seu corpo ou simplesmente para se aquecer aos pouquinhos e relembrar as coisas boas da vida.

A masturbação é essencial até mesmo para entender o melhor tipo de vibrador pra você, e isso não seria diferente quando falamos sobre perda de tesão. Então fuja dos mitos sobre usar o vibrador e se toque!

4. Aposte em brinquedos e outros apetrechos

‍E aí, sentiu um climinha diferente? Algumas ferramentas que podem contribuir e muito na sua jornada para entender como recuperar o tesão perdido: os sex toys

‍Você sabia que existem pelo menos 20 modelos de vibradores diferentes disponíveis no mercado e que eles oferecem diversos tipos de estímulo? Pois é! E para escolher o melhor, é preciso conhecer o próprio corpo e os próprios desejos.

Mas não para por aí: além dos vibradores, você pode apostar em outros brinquedos e estimulantes diversos, além de lubrificantes especiais, que dão aquela sensação diferente. 

E não precisa ficar com medo: o uso de vibradores e outros apetrechos, sozinha ou acompanhada, todos os dias ou só às vezes, não afeta a nossa sensibilidade clitoriana. Ou seja: você não vai “deixar de sentir prazer” com o tempo.

5. Se inspire

‍Outra forma de recuperar o tesão perdido é buscando inspiração em algumas fontes externas, como livros, filmes, podcasts, músicas (temos uma playlist só para esses momentos mais calientes, sabia?) ou até mesmo uma troca espontânea de fotos com aquela pessoa especial ao longo do dia. Tudo para preencher sua imaginação!‍

6. Se necessário, procure ajuda profissional

‍Por último, mas definitivamente não menos importante: para ter uma vida sexual ativa e prazerosa, muitas vezes você precisa de ajuda especializada.

‍Psicólogos e ginecologistas são alguns dos profissionais da saúde que podem te ajudar a recuperar o tesão perdido. Além de autoconhecimento, é importante entender se a falta de desejo ou o desconforto na hora do sexo não têm outras causas, como o uso de medicamentos que atrapalham a libido, vaginismo e até alterações hormonais.

‍Além disso, é essencial que você entenda que sentir dor na relação sexual não deve ser considerado uma coisa normal. Então, se esse for o seu caso, agende uma consulta para descobrir os motivos e recuperar a confiança e a sua vida sexual.‍

Como a pandemia afetou nossa vida sexual?

‍Quando falamos especificamente sobre a pandemia, mesmo quem passou o período de isolamento acompanhado deve ter sentido o impacto desses tempos sombrios na dinâmica do relacionamento, principalmente no que diz respeito ao nosso querido tesão. Diante de tanto medo, luto e incertezas, foi mesmo difícil manter o pique, já que o apetite sexual está conectado ao nosso bem-estar nos mais diversos âmbitos.

‍Já nos últimos tempos, mesmo com a diminuição dos casos da doença e a recuperação de uma vida mais próxima da que tínhamos antigamente, as coisas estão bem longe de serem consideradas fáceis. As incertezas financeiras e sociais, o retorno ao mundo “normal”, as novas dinâmicas de trabalho, ansiedade e o esgotamento físico e mental marcam inúmeras dificuldades na vida sexual (e em outras áreas também). 

É muito difícil falar sobre como recuperar o tesão perdido sem pensar nas consequências da COVID-19. Seja por sequelas da doença ou pelos traumas e perdas acumulados nos últimos anos, a verdade é que estamos (quase todos) saindo dessa fase com algum aspecto da vida afetado. 

Efeitos da pandemia na nossa vida sexual

‍Resultados preliminares da pesquisa nacional “Sexvid”, iniciada em outubro de 2020, mostram que cerca de 85% dos brasileiros — entre pessoas solteiras e casadas, homens e mulheres cisgênero de diferentes orientações sexuais, trabalhando dentro e fora de casa — seguiram fazendo sexo mesmo com as limitações do momento. O que mudou foi o jeito de transar, a qualidade desse momento e também as preocupações em jogo.

‍Se, antes, bastava atração mútua, local apropriado e cuidados com gravidez indesejada e ISTs, a Covid-19 adicionou na equação a necessidade de estabelecer acordos relativos a isolamento prévio, testagens, medidas de prevenção (com ou sem máscara?) e até histórico de vacinação como exigências para o match. Preocupações como essas, somadas à demora por informações oficiais para tornar as práticas sexuais mais seguras, contribuíram para experiências mais incômodas e desencontros na libido.

‍Agora, com o “novo normal”, alguns desses ajustes continuam valendo e foram acrescentados a uma maior dificuldade de socialização, de estar perto de pessoas desconhecidas, de puxar papo ou mesmo de sentir segurança em um date. Da mesma forma, com o aumento da procura por vibradores e da masturbação, entendemos que não dá pra aceitar mais como única possibilidade aquela transa mais ou menos.

‍Ou seja; em alguns casos, nos ancoramos nos famosos apps de date, sentindo menos segurança na hora de sair e ficando mais exigentes quando falamos sobre transas casuais.

Preciso de ajuda pra recuperar o tesão perdido. E agora?

Em primeiro lugar, vale lembrar: não tem nada de errado em precisar de uma ajudinha pra recuperar o tesão, tá? Afinal, nem sempre é fácil identificar os motivos pelos quais ele foi embora, pra começar. 

Pensando nisso, a gente pergunta: você já pensou em fazer uma consulta online com ginecologista?

‍A Oya criou o SOS Ginecologista pra te ajudar nesses momentos. Aqui, as consultas são marcadas em até 24 horas, de segunda a sexta, pra você não precisar lidar com filas looongas, que atrasam o atendimento. Tudo é feito de forma prática e acolhedora, com uma equipe preparada pra te ajudar a encontrar as respostas que você procura. 

Além disso, a consulta do SOS pode ser até 100% reembolsada pelo seu plano de saúde. Ou seja: você faz tudo do conforto da sua casa, com rapidez e com uma equipe especializada, e ainda economiza no deslocamento. 

A sua saúde é sua! E o sexo é uma parte importantíssima dela, tá? A Oya te ajuda a recuperar o tesão — e muito mais. Vamos juntas?

ESCRITO POR

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Como escolher o vibrador perfeito?

A primeira clínica virtual de saúde feminina do Brasil te ajuda a escolher o modelo de vibrador perfeito para te ajudar na jornada do amor próprio.

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais