Assine a Newsletter para receber conteúdos exclusivos

Adesivo anticoncepcional: como funciona e quais as vantagens?

Encontrar o método contraceptivo perfeito não é um trabalho simples. Hoje em dia, alguns tipos são mais conhecidos do que outros — a pílula, os implantes ou o DIU, por exemplo —, mas você sabia que existem ainda mais opções? Um exemplo é o adesivo anticoncepcional: um adesivo transdérmico que inibe a ovulação.

Quer saber mais sobre esse assunto? A Oya preparou este conteúdo com todas as informações sobre esse tipo de contraceptivo. Confira!

Como funciona o adesivo anticoncepcional?

O adesivo anticoncepcional é uma das opções de contraceptivos hormonais: consiste em um adesivo fino de plástico que libera estrogênio e progesterona, hormônios responsáveis por inibir a ovulação. Ao serem absorvidos pela pele e liberados na corrente sanguínea, eles: 

  • promovem o espessamento do muco cervical (aquele corrimento natural);
  • diminuem a espessura do endométrio (a camada mais interna do útero, onde os embriões se fixam);
  • diminuem a motilidade das tubas uterinas (o movimento que leva o óvulo dos ovários até o útero).

Ou seja: esse tipo de contraceptivo afeta algumas alterações típicas daquela fase do ciclo menstrual conhecida como ovulação. Esse é o momento em que o organismo está se preparando para uma gravidez, mas as ações do adesivo anticoncepcional “sabotam” suas estratégias, impedindo que ela aconteça.

O adesivo anticoncepcional pode ser aplicado em diversas partes do corpo (abdômen, bumbum, costas, parte externa do braço etc.). O único cuidado necessário para garantir sua eficácia é se certificar de que o local escolhido não seja apertado ou uma região de muito atrito. Além disso, é fundamental que ele permaneça seco e sem irritações.

Qual é o preço do adesivo anticoncepcional?

O preço do adesivo anticoncepcional pode variar de acordo com a região e os vendedores. Em média, uma caixa contendo 3 adesivos contraceptivos transdérmicos pode custar entre R$90 e R$130 reais.

Quanto tempo dura um adesivo anticoncepcional?

Cada adesivo anticoncepcional tem duração de uma semana. Ele deve ser substituído semanalmente durante o período de três semanas consecutivas. Depois dessa fase, é feita uma pausa de uma semana, para que a menstruação possa acontecer.

Em alguns casos, o adesivo pode ser usado de forma contínua, sem prejuízo da sua eficácia. Um dos efeitos colaterais, porém, é um possível sangramento de escape. Por isso, para quem deseja parar de menstruar por um tempo mais longo, o adesivo anticoncepcional pode não ser a melhor opção. Em caso de dúvidas, é melhor conversar com a sua ginecologista.

Vale lembrar, ainda, que esse tempo pode ser menor caso o adesivo comece a descolar ou perca a aderência. Nessas situações, é fundamental substituir o adesivo em até 24 horas, para evitar que a sua eficácia seja comprometida.

E lembra que o ideal é manter o local do adesivo sempre seco e sem atrito? Então: o contato com a água — no banho ou na piscina — e a prática de atividades físicas não são o suficiente pra fazer com que essa aderência fique comprometida. É claro que, se você perceber que o adesivo está sempre descolando antes do tempo “certo”, é melhor trocá-lo de lugar. 

Quais são as vantagens e desvantagens do adesivo contraceptivo?

Todos os métodos contraceptivos vão ter vantagens e desvantagens. Afinal, não existe método perfeito: existe aquele que é ideal pra você. Com o adesivo anticoncepcional, não é diferente. 

Para saber se ele é uma boa opção para o seu estilo de vida, vale a pena considerar as suas principais vantagens e desvantagens. Olha só:

VantagensDesvantagens
– Não requer manutenção diária;
– Permite atividades diárias, como exercícios físicos, banhos (de chuveiro e banheira) e natação;
– Costuma ter menos efeitos colaterais;
– Ajuda a regular o ciclo menstrual.
– Não protege contra infecções sexualmente transmissíveis;
– Pode descolar ou perder a aderência, o que compromete a sua eficácia caso não seja trocado em até 24h;
– Pode causar alergias no local de aplicação.

Quais são os efeitos colaterais do adesivo anticoncepcional?

Assim como outros contraceptivos hormonais, o adesivo anticoncepcional pode causar alguns efeitos colaterais. Em geral, eles incluem:

  • Irritação ou alergia no local de aplicação;
  • Dores de cabeça;
  • Sensibilidade nos seios;
  • Náuseas;
  • Aumento do risco de trombose e outras complicações cardiovasculares.

Embora essas sejam consequências comuns para quem faz uso de métodos anticoncepcionais hormonais, é muito importante checar com a sua ginecologista se o uso é permitido para o seu caso

O adesivo contraceptivo é seguro?

Sim! A eficácia contraceptiva do adesivo anticoncepcional é de 99% para o uso perfeito, ou seja, quando ele é aplicado em local adequado (áreas sem dobras, fricção, sujeira e umidade), trocado nos dias corretos e com respeito ao tempo de pausa para menstruação.

Já para o uso típico, ou seja, quando não é substituído nos casos em que perde a aderência, não se respeita a periodicidade de troca e é aplicado em região pouco indicada, a eficácia contraceptiva é de 93%.

Os riscos à saúde do adesivo anticoncepcional são comuns a todos os contraceptivos hormonais, como a pílula e a injeção anticoncepcional

Alguns estudos sugerem que esse tipo de contraceptivo pode aumentar as chances de acidentes cardiovasculares. Por isso mesmo, a recomendação de uso deve partir de uma profissional de ginecologia, tomando como base um exame completo da sua saúde e estilo de vida.

Não sei se o adesivo anticoncepcional é ideal pra mim. E agora?

Não precisa se preocupar. Escolher o método contraceptivo não é uma decisão simples, e é normal sentir dúvidas durante esse processo. Se você ainda não sabe se o adesivo anticoncepcional é o ideal, vale a pena investigar outros tipos de contraceptivo para comparar e ter certeza. 

Algumas opções são:

  • Métodos contraceptivos de barreira: essas opções não usam hormônios e podem ser de curta ou longa duração;
  • Métodos contraceptivos naturais: também são opções sem hormônios, mas que dependem de um maior autoconhecimento sobre o seu corpo e a sua rotina;
  • Métodos contraceptivos definitivos: para quem quer parar de menstruar de vez ou não deseja engravidar nunca, essas opções podem fazer mais sentido;
  • Outros métodos contraceptivos hormonais: o adesivo anticoncepcional não é o único método hormonal disponível, e conhecer melhor outras opções pode atender às suas necessidades.

Outra opção é conhecer a Jornada da Contracepção da Oya Care. Nela, você recebe uma cartilha completa com todas as informações sobre os mais diversos tipos de contraceptivos

Depois, conversa com uma ginecologista para tirar todas as suas dúvidas e escolher aquele que mais se adequa à sua rotina e estilo de vida.

Sem respostas prontas e sem julgamentos, a Jornada da Contracepção te ajuda a ter mais conhecimento e autonomia para tomar decisões sobre o seu corpo. Vamos juntas?

ESCRITO POR

COM APOIO CIENTÍFICO DE

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Quando começar a tomar anticoncepcional? 

Está pensando em começar a tomar a pílula anticoncepcional, mas não sabe se é o momento certo? Quer conhecer outras opções de contraceptivo? Vem que a Oya te ajuda!

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais