Conheça a Dra. Amanda Fonseca, especialista em fertilidade

Você ainda não encontrou a médica especialista em fertilidade perfeita para você? Não precisa se preocupar: na Oya Care, você tem acesso a diversas profissionais especialistas em Reprodução Humana e na preservação da fertilidade. Quer saber mais?

A Oya conversou com a Dra. Amanda Fonseca, especialista em Infertilidade Conjugal e em Reprodução Humana. Nos últimos 3 anos, ela realizou mais de 100 procedimentos, além de ter experiência na área de obstetrícia. Continue lendo e conheça um pouco mais sobre essa trajetória!

Bate-papo com a Dra. Amanda: “Aprendi a lidar com as limitações e oferecer o melhor cuidado possível”

Você sempre quis ser médica? Como optou pela Ginecologia?

Dra. Amanda: Sim. A medicina era um sonho desde pequena, mesmo não tendo parentes médicos. Prestes a entrar no Ensino Médio, conversei com a minha família sobre essa vontade e fui para uma escola que me ajudaria a ficar mais preparada para o vestibular. 

Depois que entrei em Medicina na Universidade São Francisco, na Bragança Paulista, queria me especializar em Pediatria. Mas, em uma consulta de rotina com o meu ginecologista, enquanto conversávamos sobre a especialização, ele me disse a seguinte frase: “Eu também pensei em ser muitas coisas. Mas, no fim do dia, não tem nada mais gratificante que trabalhar com a vida. E para você, o que mais te fará feliz?”

Essa frase me impactou muito. Tanto que, depois dela e de muito refletir, optei por fazer a especialização em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital Pérola Byington, em São Paulo. 

Você também fez uma especialização em Reprodução Humana. Por que seguiu esse caminho?

Dra. Amanda: Eu sempre gostei muito da obstetrícia, mas queria conhecer um pouco mais a ginecologia. No Pérola Byington, conheci o Dr. Mário Cavagna Neto, chefe do setor de Reprodução Humana. Foi através dele que tive contato com esse universo, tão diferente do resto da Ginecologia, e que me chamou muita atenção.

As pessoas com quem tive contato na residência foram as principais responsáveis por me ajudar a entender o tipo de médica que eu queria e podia ser. Não só pela nossa rotina de trabalho e contato com os pacientes, mas porque foi com elas que aprendi a lidar com as limitações do serviço na saúde e, apesar delas, oferecer o melhor cuidado possível.

Na sua opinião, qual é o maior desafio da Reprodução Humana, hoje?

Dra. Amanda: Acho que o maior desafio é conseguir lidar com a frustração. Afinal, apesar de todas as ferramentas que temos hoje, nem tudo está sob o nosso controle. Mesmo com os melhores exames, protocolos e relacionamentos com as pacientes, o sucesso das técnicas de Reprodução Assistida ainda estão muito atrelados à resposta de cada pessoa, e essa resposta é imprevisível.

Essa frustração é difícil tanto para a paciente, que espera uma gestação, quanto para nós, médicas, porque, mesmo fazendo tudo que está ao nosso alcance, alguns dos nossos resultados não são satisfatórios. 

Você também tem uma especialização em Infertilidade Conjugal. Como essa atuação funciona?

Dra. Amanda: A especialização em Infertilidade Conjugal [feita no Projeto ALFA em associação com a Santa Casa de São Paulo] é bastante semelhante à de Reprodução Humana. O que acontece é que a Infertilidade Conjugal é o diagnóstico como um todo, enquanto a Reprodução engloba somente as técnicas que podem ser adotadas para reverter esse quadro de infertilidade. 

Nesse sentido, é necessário, primeiro, chegarmos a esse diagnóstico. E quando dizemos “conjugal” é porque ela pode ser de qualquer uma das pessoas do casal, ou de ambas. Então a minha especialização nesse tema me torna mais apta a auxiliar esses casais a entender e diagnosticar a infertilidade, enquanto a especialização em Reprodução Humana me ajuda a construir, com eles, possibilidades de tratamento.

Essa especialização foi importante para que eu tivesse um contexto maior da Reprodução Humana, além de aumentar o meu conhecimento teórico para lidar com as pessoas que receberia em consultório. 

E como começou a sua jornada na Oya Care?

Eu conheci a Dra. Natalia Seixas durante a minha residência no Pérola Byington. Ela estava um ano “acima” de mim, e, por conta disso, aprendi muito com ela, que foi o meu primeiro contato com o mundo da Reprodução Humana. Aos poucos, desenvolvemos uma amizade.

Quando voltou do fellowship na França, a Dra. Natalia me apresentou ao projeto da Oya Care e eu me apaixonei. Mesmo sendo muito desafiador, fiquei empolgada com a oportunidade. Hoje, acredito cada vez mais no potencial da Oya, e poder atuar transmitindo a nossa missão me deixa muito feliz. 

Onde encontrar uma médica especialista em fertilidade?

A equipe médica da Oya Care é formada por profissionais especializadas em Ginecologia e Obstetrícia e que também fizeram a residência médica em Reprodução Assistida. Ou seja: médicas aptas a tirar todas as suas dúvidas sobre técnicas de reprodução humana, tratamentos, congelamento de óvulos e mais.

Você pode agendar uma consulta com uma das nossas médicas de forma 100% online, pelo nosso site. Outra opção é entrar em contato com a nossa equipe pelo WhatsApp. Os atendimentos acontecem online ou na nossa clínica em São Paulo (SP).

ESCRITO POR

Dra. Amanda Fonseca

REVISADO POR

Dra. Amanda Fonseca

Responda todas as suas dúvidas

Nossa equipe de ginecologistas especializados em fertilidade, ginecologia endócrina e sexualidade pode te ajudar

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais

Leia também

Conheça a Oya Care

Acreditamos que conhecimento é poder e esse é nosso espaço para falar sobre vários assuntos importantes para sua saúde, sua fertilidade e muito mais